terça-feira, 4 de julho de 2017

Senado aprova regime de urgência para tramitação da reforma trabalhista prevista para a próxima terça-feira (11)


O Plenário do Senado aprovou nesta terça-feira (4) requerimento de urgência para a tramitação do projeto da reforma trabalhista (PLC 38/2017). Apesar da urgência, até a votação, prevista para a próxima terça-feira (11), todos os senadores poderão se manifestar sobre o projeto, graças a um acordo feito entre o presidente da Casa, Eunício Oliveira, e os líderes partidários.

- Informo que a discussão da matéria poderá ser feita por todos os senadores, embora tenhamos aprovado aqui o requerimento de urgência que permitiria apenas a fala de cinco  senadores a favor e cinco contra a matéria – informou Eunício.

Na quarta-feira (5), a discussão da reforma trabalhista terá início às 14h e se estenderá, no máximo até as 22h. Na quinta-feira (6), os senadores discutirão o texto das 11h às 14h. Na terça-feira (7), às 11h, será a vez dos líderes partidários, que encaminharão a votação. A votação da matéria está prevista para a parte da tarde.

Da Agência Senado
Foto: Jonas Pereira/Agência Senado