sexta-feira, 28 de outubro de 2016

PRF apreende anabolizantes proibidos e prende homem por tráfico no RN

Quatorze embalagens importadas de Nandrolona, contendo 500 ml cada, foram apreendidas  (Foto: PRF/Divulgação)

A Polícia Rodoviária Federal apreendeu na noite desta quinta-feira (27) uma quantidade de anabolizante Nandrolona, produto de uso veterinário que tem sua comercialização proibida no Brasil. A apreensão aconteceu durante uma fiscalização realizada na BR-101, em Parnamirim, cidade da Grande Natal. Um homem de 42 anos foi preso por tráfico das drogas.

 O flagrante aconteceu quando uma equipe de policiais rodoviários federais abordou uma Toyota Hilux. “Ao verificarem o interior do veículo, encontramos 14 embalagens importadas de Nandrolona, contendo 500 ml cada. O anabolizante é conhecido por ser utilizado por fisiculturistas para ganho de massa muscular”, ressaltou Roberto Cabral, do núcleo de comunicação da PRF.

Ainda de acordo com Cabral, o suspeito foi preso por tráfico de drogas. “Ele tinha histórico de crime de receptação”, acrescentou.

Sobre a Nandrolona

A PRF informou que a substância apreendida é um hormônio sintético utilizado legalmente em algumas terapias, sendo prescrita e acompanhada por médicos. Aplica-se em alguns casos de osteoporose, anemia e câncer, tendo medicamentos para uso humano produzidos para sua aplicação nesses tratamentos.

"Na veterinária, sua utilização indevida é potencializada. A Nandrolona também é utilizada para aumento rápido da massa corporal de animal destinado ao consumo humano. Normalmente o consumidor que adquire essa carne não o sabe. Seu uso é proibido no Brasil desde 2011 e também não é permitido na Europa e China, grandes parceiros comerciais do Brasil. Devido a tratados da Organização Mundial do Comércio, a detecção da substância em carne exportada sujeita o país de origem a sanções, inclusive de embargo, semelhantes às que muitos conhecem provocadas pela febre aftosa", ressaltou.

Do G1 RN