terça-feira, 11 de outubro de 2016

Assembleia Legislativa realiza sessão solene em homenagem ao Outubro Rosa



A Assembleia Legislativa do RN realizou na manhã desta segunda-feira (10) uma sessão solene em alusão à campanha Outubro Rosa, de prevenção ao câncer de mama. Além de chamar a atenção para o tema, a solenidade proposta pela deputada Cristiane Dantas (PCdoB) e presidida pelo presidente da Assembleia Legislativa, Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB),  também homenageou doze mulheres que venceram o câncer de mama e estão em tratamento contra a doença.

“Nossa proposta é trazer uma mensagem de alerta para todos. De acordo com o Instituto Nacional do Câncer, a cada dois minutos uma mulher é diagnosticada com câncer. E é nossa responsabilidade sermos multiplicadores na prevenção e alertar para a importância da detecção precoce do câncer”, disse Cristiane Dantas. A deputada parabenizou a atuação dos grupos Despertar, Rede Feminina Contra o Câncer e Reviver e destacou a necessidade das mulheres estarem sempre atentas aos próprios corpos. “É essencial manter-se alerta com a própria saúde, isso pode fazer a diferença quanto a cura”, disse.

Presente na solenidade, o presidente da Assembleia Legislativa, Ezequiel Ferreira de Souza, destacou os exemplos de superação reunidos no plenário da Casa. “Esta solenidade homenageia grandes mulheres que venceram o câncer de mama. Elas, através de seus exemplos, trabalham no dia-a-dia para que outras mulheres conquistem esta vitória fazendo a prevenção e o diagnóstico precoce”, salientou.


A ginecologista Elvira Barbalho falou em nome de todas as 12 mulheres homenageadas. A médica usou a sua história de vida, com o diagnóstico de câncer de mama 10 meses após ter sido mãe, sofrimento, dúvidas e superação, para ilustrar o momento vivido pelas mulheres diagnosticadas com câncer. “São mulheres que passaram por momentos de insegurança, dúvida e medo, mas que lutaram. Só percebemos o valor das nossas vidas, quando percebemos que ela está escorrendo pelos dedos. Não foi fácil, mas agradeço, pois hoje eu descobri a verdadeira beleza. Aquela que não tem cabelo nem corpo perfeito. Aprendi a cuidar de mim, me amar realmente e agora sei como ajudar melhor minhas pacientes que passam pelo que passei”, disse.

Os deputados Márcia Maia (PSB) e Hermano Morais (PMDB) também participaram da sessão solene que contou com uma apresentação musical do violinista Jonatas Fernandes. “Essa é uma luta de todas nós. É importante que tenhamos essa preocupação diariamente”, disse Márcia Maia. Hermano parabenizou a iniciativa e as entidades que se organizam para dar esse suporte ao enfrentamento do câncer de mama.

Homenageadas
Adriana Lins da Silva Maia
Alda Farias da Silva
Ednê Pereira Soares
Ester Emerenciano Maia
Elvira Maísa Barbalho Azevedo
Francisca Borges Vitorino
Kathiene Borba Barbosa
Luanna Priscila Gouveia Cabral
Maria Ariadna da Rocha Ribeiro Dantas
Mariana Melo Santos
Marleide Brito
Sheila Wal

Dados sobre o câncer de mama
De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (Inca), a cada dois minutos uma mulher é diagnosticada com câncer de mama. Na luta contra a doença, o principal agravante é que boa parte dos casos só são diagnosticados em estágio avançado.

Segundo tipo mais frequente no mundo, o câncer de mama é o mais comum entre as mulheres, respondendo por 25% dos casos novos a cada ano. Neste ano, a estimativa do Inca é que sejam diagnosticados 57.960 mil novos casos no Brasil.

Em 1997 foi criada nos Estados Unidos a campanha Outubro Rosa. A mobilização alerta para a importância da detecção precoce do câncer de mama por meio da mamografia. Em Natal, a campanha começou em 2009, trazida pela Liga Contra o Câncer por meio de voluntárias, quase todas ex-pacientes.

Ft. Eduardo Maia