domingo, 11 de setembro de 2016

PSD é o partido que lança mais candidatos no RN em 2016

https://1.bp.blogspot.com/-ktdHqyaYA5w/V6SaF6uTKKI/AAAAAAABGcw/ZOzRA09nXAwcV4hxPr0fmDwJW8Vy7IXCQCLcB/s1600/Elei%25C3%25A7%25C3%25B5es-2016.jpg

O Partido Social Democrático (PSD) do governador Robinson Faria tem o maior número de candidatos nas eleições municipais deste ano, no Rio Grande do Norte. Ao todo, a legenda soma 1.264 registros para disputar cargos nos poderes Executivo e Legislativo municipais. São 110 candidatos a prefeito. No ranking dos partidos com mais concorrentes, o PSD é seguido de perto pelo PMDB, liderado a nível estadual pelo ex-ministro Henrique Eduardo Alves, com 1.129 candidaturas, das quais 87 também são para o Executivo.

Juntas, as nominatas das duas siglas representam 26,43% das candidaturas – mais de um quarto de todos os registros no Tribunal Regional Eleitoral – e reeditam a rivalidade do pleito de 2014, entre Faria e Alves. Apesar disso, nenhum das duas legendas tem candidato próprio a prefeito de Natal, capital do estado e principal colégio eleitoral potiguar.

Apesar da rivalidade, os partidos compõem juntos 31 coligações. Em Riacho da Cruz, por exemplo, a coligação é exclusiva PMDB e PSD, com candidatos a prefeito e vice-prefeito, além de nove nomes para a Câmara Municipal. Na cidade, a chapa majoritária é toda peemedebista.

Apesar da disputa direta dos partidos pela maior representação possível nos municípios potiguares, alguns de seus líderes consideram que essa é apenas uma coincidência. Para Robinson Faria, presidente estadual do PSD, o crescimento do partido, surgido há apenas quatro anos, se deu graças à sua vitória em 2014, ao governo estadual. De acordo com ele, as lideranças municipais foram impelidas pelas bases a buscar o partido. “Esse duelo (entre partidos) já passou. Já fomos vitoriosos. Essa eleição municipal é independente da estadual. Eu fui eleito com poucos prefeitos. O PMDB é um partido tradicional, já teve governador, vem desde Aluízio Alves, então é natural que também tenha um grande número de candidatos”, avaliou. 

O secretário geral do PMDB no estado, Elias Fernandes, considera que, apesar de importante, a quantidade de prefeitos e vereadores não é determinante para eleições estaduais e, portanto, um pleito não tem relação direta com a outro. Apesar disso, a legenda almeja crescimento nos quadros municipais. Dos mais de 80 candidatos ao Executivo, ele espera eleger pelo menos 60.

Fernandes considera que a formação de um novo cenário nacional, com o país sob administração do correligionário Michel Temer, é favorável ao crescimento do partido. “A nossa expectativa é de melhoria. Com o presidente da república, com a melhora da economia, reforma econômica e política, da previdência e crescimento, com a retomada do crescimento, a gente acredita que isso vai refletir na disputa eleitoral nesse ano, com um maior número de prefeitos, e em 2018, quando queremos eleger mais deputados e deveremos ter candidato ao governo”, avaliou. 

O terceiro partido com maior número de candidatos é o PR, que, tem menos da metade da quantidade do PMDB, com 504 postulantes aos cargos públicos. Ele é seguido pelo DEM do senador José Agripino (477 candidatos) e o PSB liderado pelo deputado Rafael Motta, com 468 nomes. Os dados estão disponíveis no portal do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Link:
http://novojornal.jor.br/politica/partido-do-governador-e-o-que-lanca-mais-candidatos-em-2016