sábado, 13 de fevereiro de 2016

Alerta: "Virose da mosca" começa a lotar os hospitais do RN. Saiba como se prevenir!



Você já percebeu que os hospitais estão lotados? Não importa se são públicos ou particulares, mas estão! Boa parte dos atendimentos refere-se à doença do momento, chamada de "virose da mosca".

E se você parar para perguntar aos pacientes o que eles estão sentindo, eles dirão quase a mesma coisa:
Diarréia, vômito, febre, dor de cabeça e moleza no corpo. Estes são os sintomas desta virose, motivo de preocupação para as autoridades de saúde, que ainda nem travou uma batalha eficaz contra o Zika vírus.


O agente transmissor da doença pode ser vírus ou bactéria. O vírus ou a bactéria, transportado(a) pelas moscas, fica alojado(a) nos alimentos ou na água. Somente com a realização de exames é possível detectar qual seja. Os casos de "virose da mosca" aumentaram nas últimas semanas com a proliferação dos insetos neste período chuvoso.

As medidas de combate ao problema são simples e antigos: Sempre lavar bem as mãos e os alimentos antes de comer, procurar conservar bem os alimentos (na geladeira ou cobertos), manter a higiene da casa e sempre beber muita água para evitar a desidratação.

As moscas circulam em vários lugares, como lixos, comidas estragadas e animais em estado de putrefação.

Do Paralelo